Processo de cassação do prefeito Mazinho Leite, deverá ser julgado nos próximos dias

0
212

Alvo de uma série de denúncias de corrupção e nepotismo, o prefeito de Cândido Mendes, Mazinho Leite, deve ter seu mandato cassado nos próximos dias. Ele é acusado de desviar recursos de obras na educação, saúde e infraestrutura, além da prática de nepotismo.
O processo movido pelo MP, que corre em segredo de justiça já teve alegações finais e foi concluso no dia 13 de fevereiro de 2019, aguardando apenas a sentença. A responsável em julgar o caso é a juíza Myllene Sandra Cavalcante, considerada linha dura e cumpridora de prazos.

Em contato com á pagina, representantes da sociedade civil organizada de Cândido Mendes querem a cassação definitiva do prefeito e afirmam que o julgamento precisa de celeridade e que a demora trava o município prejudicando a população. ” Esse prefeito precisa ser punido e deixar o cargo para que o novo prefeito possa trabalhar. Enquanto isso não acontecer outros desvios podem acontecer o quem vem sendo prejudicado é o povo de Cândido Mendes”.

O Ministério Público já chegou a pedir o bloqueio de bens e a quebra do sigilo bancário do prefeito por conta do desvio de recurso e a devolução de quase meio milhão de reais somente em um contrato com a empresa Cristal Serviços e Construções Ltda. O dinheiro seria para a construção de uma estrada vicinal que nunca foi feita. A empresa também foi acionada.

Ainda segundo o Ministério Público, Mazinho Leite empregou parentes, além de familiares de uma assessora em cargos que existiam na estrutura do município. As nomeações, além de desnecessários, tais cargos oneram a folha somente por causa do vínculo familiar com a assessora jurídica e o prefeito.

Jornalista Marcelo Vieira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui