Prefeitos têm até o dia 15 para acabar com de 37 mil casos de acúmulo ilegal de cargos no Maranhão

0
196

Termina no próximo dia 15 o novo prazo dado pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Maranhão para que gestores estaduais e municipais informem à corte que providências foram tomadas contra os casos de acúmulo ilegal de cargos públicos nas respectivas administrações.

O prazo inicial, mostrou o Portal A Voz do Alto Turí (REVEJA AQUI), era até o dia 14 de julho último, mas o tribunal decidiu pela prorrogação por mais um mês, atendendo pleito da Famem (Federação dos Municípios do Estado do Maranhão).

Segundo o Cesma (Censo Eletrônico dos Servidores do Estado) mais recente, existem cerca de 37 mil casos de acúmulo ilegal de cargos públicos no Maranhão. A maioria, diz o TCE-MA, envolve profissionais da educação e da saúde.

Diante desse quadro, os gestores foram chamados pela corte de contas para que justifiquem quais providências estão tomando sobre cada caso de acúmulo de vínculos detectado pelo levantamento.