Mortes por coronavírus no Maranhão sobem para 3; estado tem 133 casos confirmados

0
126

O número de mortes pelo novo coronavírus (Covid-19) no Maranhão subiu para três, segundo anunciado pelo secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, durante a abertura dos leitos no Hospital Genésio Rêgo, em São Luís, nesta segunda-feira 6. O terceiro paciente era um homem, idoso, de 70 anos.

Em nota, a SES (Secretaria de Estado da Saúde) informou que estava assistido há três dias na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do HCM (Hospital Carlos Macieira), localizado na capital. Ele era hipertenso, obeso e diabético.

Os óbitos no Maranhão ocorreram em pouco mais de uma semana, sendo os dois primeiros entre os dias 29 de março, um homem, de 49 anos, com histórico de hipertensão; e 4 de abril, uma mulher, de 89 anos, com quadro de comorbidades: cardiopata, hipertensiva e diagnóstico de câncer de mama.

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no estado também aumentou, bem como o de suspeitos.

No primeiro óbito, eram 22 o total de pessoas diagnosticadas com a Covid-19 no estado. Agora, segundo o boletim epidemiológico mais recente, atualizado as 17h deste domingo 5, saltou para 133 casos positivos.

De suspeitos, no mesmo período, subiu de 434 para 1.040 casos sob investigação.

Apesar do aumento da curva de contaminação, contrariando recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do Ministério da Saúde, e em incoerência às críticas que vem fazendo ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas redes sociais, o governador Flávio Dino (PCdoB) cedeu a lobby de entidades empresarias e editou novo decreto afrouxando as medidas restritivas para alguns setores do comércio no Maranhão.