Abre o Olho Procon! preços de medicamentos disparam no interior do estado em plena pandemia do novo coronavírus

0
33

Os preços de medicamentos indicados para o combate e controle da Covid-19, estão com valores exorbitantes no interior do estado.

Em algumas farmácias do município de Bacabal, por exemplo, remédios como azitromicina tiveram aumento de 300%, o que chega a ser uma afronta aos órgãos de fiscalização do município e do estado.

Em uma pesquisa realizada nas farmácias e drogarias localizadas no Terminal Rodoviário e no centro da cidade, foi constatado que a Azitromicina está sendo vendida a R$ 100,00.

Antes da pandemia, no entanto, o medicamento era vendido por R$ 30,00, o que vai de encontro às normas do PROCON e ofende o direito do consumidor.

Recentemente, um consumidor do município de Codó fez uma denúncia que foi publicada no blog, reclamando que os estabelecimentos estão cobrando por Azitromicina e Ivermectina, valores muito superiores do preço comum.

De acordo com uma nota fiscal do consumidor, a Azitromicina está no valor de R$ 60,00 e a Ivermectina R$ 100. Antes da pandemia no município eles custavam de R$ 8 a R$ 10 reais, de acordo com o site do laboratório fabricante.

A Lei Federal nº 8.078/90, do Código de Defesa do Consumidor (CDC), lembra que é crime o aumento abusivo no preço de produtos.