Com a prefeita Tate do Ademar atrás nas pesquisas, funcionários e aliados já procuram pré-candidata oposição para costurar acordos

0
244

Com a chegada do período eleitoral, surge nas cidades interioranas um fenômeno chamado “pula-pula”. Pra quem está distante da definição sobre essa expressão, esse é o termo atribuído a um eleitor que muda de lado durante ou até mesmo antes do período definido de campanha.

Em Amapá do Maranhão, diversos funcionários ligados a Prefeitura e até mesmo aliados próximos a prefeita, já iniciaram as tratativas com candidatos de oposição a fim de fincar seu ponto de serviço, quando a data limite de demissão encerra neste Sábado (15) de Agosto, (REVEJA AQUI). Normalmente, estes mesmos funcionários ficam atentos a movimentação eleitoral e principalmente as pesquisas de opinião que antecedem este período. A atual prefeita Tate do Ademar segue tentando “fazer das tripas coração” para reverter o cenário de rejeição, algo que nem mesmo aliados próximos acreditam mas evitam comentar com a mesma.

Faltam poucos dias para que o cenário político comece a se desenhar e ao que tudo indica, A atual prefeita de Amapá do Maranhão terá dificuldades de manter os próprios funcionários atuando do seu lado, alguns inclusive já estão em conversa adiantada com a pré-candidata Nelene Gomes que vem liderando com folga até aqui a preferência popular.