Futura ex-Prefeita encerra mandato aplicando calote em servidores públicos; paralização na MA-206 é concretizada em Amapá do Maranhão

0
162

Após dar adeus a reeleição e ver Nelene Gomes (PDT) lhe substituindo no cargo de prefeita da cidade, Tate do Ademar ( ficou em 3° lugar, com 1.324 votos – 28,81%) resolveu se vingar de forma administrativa, e resolveu boicotar o pagamento de servidores ligados a sua gestão (até mesmo quem levantou bandeira a apoiando). Como resultado, os servidores que passarão a virada sem dinheiro no bolso, resolveram expor toda a chateação e orquestraram uma manifestação com queima de pneus e materiais inflamáveis, em frente a residência da mesma. Faltou atitude do Ministério Público para evitar que o problema se tornasse uma realidade. Isso não é novidade no currículo de Tate do Ademar que seguiu mantendo a fama de caloteira pelos fornecedores e pelos funcionários públicos que conviveram os últimos dias de gestão com atrasos salariais.

Vale ressaltar que Tate do Ademar é investigada pela PF em esquema de emendas parlamentares onde envolvi vários gestores do Maranhão (REVEJA AQUI).

A prefeita e professora Tate do Ademar nunca valorizou sua própria classe, como isso os professores reviveram o mesmo filme que aconteceu com seu esposo quando foi gestor presidente da Câmara Municipal que deixou de pagar cinco meses de salário aos vereadores e funcionários da Câmara Municipal no ano de 2004.