Draxler monta time dos sonhos do PSG sem Neymar e Mbappé

0
16

Alemão elege Paris de todos os tempos com os brasileiros Dani Alves, Maxwell, Thiago Silva, Ronaldinho Gaúcho e Nenê

O meia Julian Draxler montou seu time dos sonhos do PSG , de um a 11, em comemoração ao aniversário de 50 anos do clube. A lista conta com vários craques de peso, como Ronaldinho Gaúcho, Ibrahimovic, Dani Alves e Thiago Silva. Contudo, nomes do elenco atual, como Neymar, Mbappé ou Marquinhos, ficaram de fora da seleção de todos os tempos do Paris, na opinião do alemão. 

Draxler revelou seu time dos sonhos para o canal do PSG no Youtube, em uma série de vídeos em comemoração ao aniversário de 50 anos do clube, que aconteceu no dia 12 de agosto do ano passado. A série, chamada “Le onze de légende”, ou “Os onze lendários”, em português, já contou com a participação de outros nomes do elenco, como Kylian Mbappé, Ángel Di María, Presnel Kimpembe e do jovem Colin Dagba. 

E assim como na lista do alemão, o PSG dos sonhos escalado pelos outros altetas não contou com jogadores do atual elenco. A única exceção ficou com Di María, que se incluiu na seleção de todos os tempos do clube. 

Mas mesmo sem colocar nenhum de seus companheiros na lista, a equipe montada por Draxler é formada quase que em sua maioria por nomes da história recente do Paris, muitos deles, inclusive, jogaram ao seu lado nos últimos anos. 

PSG dos sonhos de Julian Draxler

PSG RonaldinhoFoto: Getty Images

O alemão de 27 anos, que está no clube desde a temporada 2016/17, iniciou a seleção escolhendo Gianluigi Buffon para o gol, apesar de ele ter jogado apenas uma temporada pelo clube. 

Para o sistema defensivo, três brasileiros foram escolhidos: Dani Alves, Thiago Silva e Maxwell. Para completar a defesa, o alemão colocou Mauricio Pochettino, argentino que hoje é o treinador da equipe.

No meio de campo, Beckham, Matuidi, Nenê e Ronaldinho Gaúcho formam um quarteto mágico, com a missão de servir a dupla de ataque formada por Ibrahimovic e Cavani – cabe destacar que os dois jogaram juntos no Paris por três temporadas, formando uma das duplas mais perigosas do futebol mundial. 

Em comparação com a escalação dos outros atletas na série “Le onze de légende”, alguns nomes foram unânimes, como Ronaldinho Gaúcho e Maxwell. Por outro lado, Thiago Motta, escalado em todos os outros times dos sonhos do PSG, foi a grande ausência na equipe de Draxler, enquanto David Beckham foi a grande surpresa.