Pela direção da Famem, Carlos Brandão e Weverton Rocha protagonizam embate para 2022

0
64

A licença do governador Flavio Dino, que a princípio seria para o vice-governador Carlos Brandão participar diretamente da eleição para a direção da Federação dos Municípios, além de se constituir em um embate com o senador Weverton Rocha, pretenso candidato a governador em 2022, tem a definição da candidatura de Carlos Brandão à sua sucessão. Ele assumirá a direção do executivo estadual com a provável renúncia de Flavio Dino para concorrer à presidência da república ou ao senado e a deputado federal, conforme já deixou claro, mas na realidade tudo não passa por especulação, e a verdade é que ele será candidato ao senado.

O candidato de Weverton Rocha é o prefeito Erlânio Xavier de Igarapé Grande,  atual presidente da Famem, que concorre à reeleição. Carlos Brandão defende a candidatura do prefeito Fábio Gentil, da cidade de Caxias, reeleito com mais de 80% dos votos validos.

Enquanto o Palácio dos Leões se movimenta intensamente em busca de votos de prefeitos, já com o apoio do deputado federal Josimar de Maranhãozinho, responsável pela eleição de 40 prefeitos, a situação coordenada pelo senador, vem fazendo certo mistério nas suas estratégias, que seria de surpreender o adversário, o que não é impossível na visão de quem acompanha de perto a disputa.

A falsa impressão de que Flavio Dino está alheio ao pleito não tem sentido para os políticos, mas ela chega a ser estratégica, diante de que inúmeros dos prefeitos reeleitos, vários foram ignorados pelo governador e outros tomaram muitos chás de cadeiras no Palácio dos Leões e nunca conseguiram levar reivindicações da população dos seus municípios ao governador, mas que podem fazer acertos com Carlos Brandão, o futuro dirigente do Palácio dos Leões e provavelmente candidato a governador em 2022.

O pleito que está marcado para o próximo dia 14, terá uma semana intensa de campanha e prefeito a estas alturas da disputa, está altamente valorizado.