De olho na eleição de 2022, Josimar de Maranhãozinho estuda romper com Flávio Dino

0
67

Com a decisão de Flávio Dino (PCdoB) em apoiar o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos) para sua sucessão no Palácio dos Leões em 2022, o deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) já estuda a possibilidade de romper com o comunista.

Pré-candidato ao governo estadual, Maranhãozinho acredita que o rompimento seria a forma de mostrar à classe política e demais poderes que sua disposição para a disputa é verdadeira, e não um blefe.

Segundo pessoas próximas ao presidente do PL no Maranhão, as cartas devem ser colocadas na mesa em meados de março próximo. Uma aproximação com o senador Roberto Rocha (PSDB-MA), que deseja renovar o mandato ano que vem, deve servir de base para a decisão final.

Dono de mais de 40 das 217 prefeituras do Maranhão, e líder de bancadinhas próprias na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa, Josimar também estaria apostando no fato de que a investida da Polícia Federal contra ele, em operação deflagrada em dezembro do ano passado, não teria peso negativo na corrida eleitoral, já que outros postulantes ao Palácio dos Leões também são investigados ou respondem como réus na Justiça em casos relacionados à corrupção, principalmente o senador Weverton Rocha (PDT-MA).