Jair Bolsonaro zera imposto federal no gás de cozinha “para sempre”

0
238

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na noite desta 5ª feira (18.fev.2021) que vai zerar tributos federais sobre o gás de cozinha para sempre e por 2 meses no diesel. O chefe do Executivo pretende encontrar, durante esses 60 dias, uma saída para reduzir o preço do combustível para o consumidor final.

“Esta medida é para contrabalancear o aumento excessivo dos combustíveis na Petrobras”, afirmou o presidente ao lado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, em live nas redes sociais.

Ao anunciar a mudança, o presidente criticou a Petrobras. Falou que que não iria interferir na estatal. Logo em seguida, afirmou que a declaração de Roberto Castello Branco, presidente da companhia –de que não tinha nada a ver com a greve dos caminhoneiros–, vai ter “consequência” nos próximos dias.

“Nesses 2 meses nós vamos estudar uma maneira definitiva de buscar zerar o imposto para ajudar a contrabalancear esses aumentos, no meu entender excessivo, da Petrobras. Mas eu não posso interferir, nem iria interferir na Petrobras, se bem que alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias, você tem que mudar alguma coisa, vai acontecer”, disse.

Bolsonaro também usou parte da live para criticar os tributos cobrados pelos governos federais, a falta de refinarias no país, a baixa transparência sobre o custo do produto ao consumidor final e o dólar acima de R$ 5.“Tem que baixar da casa dos R$ 5. E baixo como? Com reformas”.

Sobre o botijão de gás, Bolsonaro disse que está sendo vendido para o consumidor a R$ 90, enquanto na origem o valor dele é de R$ 40. “Se está R$90, os R$ 50 é imposto estadual e margem de lucro das distribuidoras”.