Bolsonaro afirma que vai reduzir “saidões” e acabar com a progressão de pena

0
209

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), candidato do PSL à Presidência da República, disse neste sábado (13) se depender dele e com aceitação do Congresso Nacional, “obviamente, não teremos progressão de pena, muito menos saidões”. Ele se refere aos indultos a redução de penas que beneficiam presidiários.

Bolsonaro anunciou que irá enviar ao Congresso um pacote de medidas para combater a violência no país e defendeu o encarceramento para quem praticar maldades.

Ele sempre foi da tese de que é melhor a construção de mais escolas e presídios que cemitérios para enterrar inocentes. E voltou a defender a nomeação de técnicos sem indicações político partidários para os nomes que irão integrar sua equipe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui