Sérgio Moro tira ‘toga para fazer política’, diz Manuela D’Ávila; FHC chama juiz de ‘homem sério’

0
201

O anúncio do juiz Sergio Moro de que aceitou o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública gerou repercussão no meio político nesta quinta-feira (1º). Candidata a vice-presidente de Fernando Haddad (PT), Manuela D’Ávila (PCdoB) ironizou Moro em publicação no Twitter e disse que ele deixou a “toga para fazer política“.

Presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann atacou Moro, ao dizer que ele foi “decisivo” para a eleição de Bolsonaro e que o magistrado “ajudou a eleger, vai ajudar a governar.”
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso classificou Moro como “homem sério”, mas disse que preferia vê-lo no Supremo Tribunal Federal (STF). Aproveitou também para falar sobre os próximos passos do governo Bolsonaro.



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui