Depois de ter sido alvo da CGU, Prefeito de Maranhãozinho tem contrato de quase R$ 3 milhões que pode tornar alvo da PF

0
273

José Auricélio de Morais Leandro (48 anos) venceu as últimas eleições em Maranhãozinho com 84,96% dos votos contra 15,04% de seu adversário político do PC do B, o que mostra o domínio predominantemente local.

A cidade de Maranhãozinho possui cerca de 16 mil habitantes (dados do IBGE 2018) e é positivamente conhecida em todo o estado pelos shows milionários aos finais de ano, mas o que poucos sabem é que nessas pequenas cidades, milionárias também são as licitações vencidas por empresas que em boa parte são gerenciadas por “laranjas” (fato a ser “descascado” e exposto em novas matérias), que fingindo concorrência, vencem sem nenhuma dificuldade processos licitatórios, e o resultado é quase sempre o mesmo: licitações fechadas com preços exorbitantes nos contratos.

Em 2015, a gestão Auricélio foi alvo da CGUque constatou através de auditória, inúmeras irregularidades provenientes de processos licitatórios, como ausência de documentação comprobatória de serviços realizados pelas empresas e indícios de diversas irregularidades que envolviam o recebimento de recursos públicos por parte destas mesmas empresas suspeitas em boa parte de serem comandadas por laranjas que não entravam com a contrapartida prevista mas recebiam praticamente o teto do que estava previsto naqueles anos. Segundo conteúdo de denúncia feita por membros da oposição em Maranhãozinho ao Ministério Público, parte desse dinheiro escoado seria o real financiador dos shows realizado até aqui na cidade.

Passados mais de 03 anos da última fiscalização oficial do órgão, o modus operandi adotado pela gestão Auricélio não se alterou, muito pelo contrário, todavia os erros que outrora eram facilmente detectáveis foram aperfeiçoados de forma a passarem quase despercebidos por qualquer profissional da justiça com olhar apurado e é por isso que com extensa documentação comprobatória iremos embasar as “enroladas” registradas pela Prefeitura de Maranhãozinho, nas próximas matérias da página.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui